“Compra só o mais urgente…”

11 Fev

É sempre só para ir buscar pão e mais uma ou duas coisas. Mas depois começam os sms: “Se vires abacate dos himalaias, traz“; “Acabaram os dentes de piranha mas traz só se tiverem bom aspecto“; “Pó de jurandi ainda temos mas compra que não se estraga“; “Já que aí estás, aproveita para trazer 3Ton de lombo de mamute para congelar, escusas de ter que voltar durante a semana…“.

No fim, acabo sempre a abrir uma linha de crédito com os lesados do BES e a contratar dois culturistas para me ajudar a por os sacos no carro.

Mas sim, trouxe pão. E mais uma ou duas coisas que encheram seis sacos.

Olá, miúdas que acham sexy um homem que trata de crianças. Tenham calma. Sou só eu.

10 Fev

Estão a ver aquelas mulheres que se passam com homens que andam um bebé ao colo, que fazem sopa, trocam fraldas, dão banho, embalam e orientam tudo para que nada falhe à criança!? Mas estou a falar daquelas mulheres que quase não conseguem andar, de tão trémulas ficam com a excitação de ter um homem desses consigo. Que quase não articulam uma palavra, por não pararem de morder os próprios lábios.

Conhecem essas mulheres? Conhecem!?

Então falem-lhes mim. Dois putos minorcas, lavados, vestidos, almoçados sem gritaria e que já estão ambos a dormir a sesta. E não tarda muito, vou com a mais velha à médica. Imbatível, não é!?

Essas senhoras que me mandem umas fotos de corpo inteiro para eu escolher em conformidade.

Até parece que já as ouço gemer…


PS: Sim, ainda estou de pijama. Ninguém é perfeito. Mas ao mesmo tempo, como resistir a um gordo de pijama às três da tarde!? Super exótico, não é!? Desavergonhadas.

Dizem que é uma família de bem, super antiga e cheia da jarda…

5 Fev

Ontem baptizei o meu mainovo. De acordo com as palavras do padre, o puto passou a ser um “filho do Senhor“.

Bem sei que a herança está longe de ser resolver mas, agora que somos família, espero que nos toque a Basílica da Estrela nas partilhas.

Da maneira que estão as rendas nesta cidade, vou-me encher de guito quando puser aquilo no Airbnb…

Nada convincentes.

2 Fev

Para um gajo nascido e criado no Miratejo, é-me difícil compreender estes grupos de “bad boys” que saem aqui desta escola junto à Estrela (Pedro Nunes ou lá o que é…).

No fundo, são uns Bernardos como os outros todos… mas de chapéu pra trás. Falam mais alto, são os machos alfa ali da rapaziada, dizem asneiras a um bom ritmo, ameaçam dar uns estalos aos outros mas não sei… não percebo como conseguem espalhar o terror de forma credível.

Para começar, nem um preto no grupo. Aliás, o único preto que vejo, está de calças de sarja e uma sweat da GAP. Vão ser temidos sem um preto no grupo!?? Toda a gente sabe que todos os gangs têm uma quota de pretos para preencher, até o Klu Klux Klan tinha três ou quatro pretos para fazer de isco aos outros. Esta merda é como querer ganhar a NBA com uma equipa de brancos. Nada bate certo neste mundo.

Depois, não há um único que se perceba que – apesar de ainda não saber – tem o seu futuro marcado pela droga e, obviamente, vai virar a boneca um dia destes e esfaquear alguém por causa de dois euros. E também falta aquele amigo que não se percebe se é autista, se está com cólicas, se é demasiado tímido para falar ou se simplesmente é um marado dos cornos que a qualquer momento desata aos tiros porque lhe dizem que o pai não gosta dele.

E malta a falar dos irmãos na choldra. Gajos com olhares vazios e com marcas de uma pancadaria na esquadra. Mães a chamar nomes aos filhos aos gritos e em frente a toda a gente. Enfim, malta baril.

No fundo, pessoas que – todas juntas no mesmo grupo de amigos – transpirem “isto vai dar merda a qualquer momento e eu não tenho medo de matar um gajo já aqui…“.

Mas não. Lá estão aqueles Bernardos a comportar-se como se fossem uns criminosos e a incomodar putos com ar de jogadores de rugby. Putos esses que apesar de terem o dobro do tamanho, estão com medo deles.

Acho que uma turma da pre-primária do Miratejo demoraria uma tarde a dominar esta escola. Mais uma manhã para montar uma rede de pagamentos por protecção e dois dias a solidificar um sistema de tráfico de droga no qual estariam envolvidos professores, auxiliares e o pequeno comércio na área envolvente…

E até seria giro vê-los montar o seu negócio aqui. Seriam como aquela malta que vai para a Angola montar negócios que já existem cá há anos e é só “desbravar mato”… 

Que é que foi!?? É uma das principais utilizações…

2 Fev

Acabei de ver um gajo sem mãos. Poderia ter pensado em mil merdas mas a única coisa que me veio à cabeça foi: “Será que é solteiro!? É que se for… coitado!“.

Pensem bem. Solteiro. Sozinho na sala com um computador no colo.

Sem mãos.

Que horror.

Sóbrias, custa mais.

30 Jan

Um dia, somos uns miúdos que só pensam em varrer a noite. No outro, temos uma catrefada de putos que podem ser usados para tentar “varrer” o Jardim da Estrela.

O que não é tão divertido.

É que as mulheres, na sua maioria, têm a mania de não se embebedarem quando vão passear os filhos para parques infantis, diminuindo significativamente a taxa de sucesso de abordagens carregadinhas de segundas intenções.

Nem sequer sobram aquelas mães gordas desesperadas no parque… aquelas que, já as outras foram almoçar, e continuam ali a empurrar baloiços na esperança que alguém se meta com elas. Aliás, na versão diurna deste “BBC Vida Selvagem – Acasalamento Parental“, as desesperadas são as primeiras a ir embora. Cheira-lhes a almoço e não pensam em mais nada…

E assim fica tudo mais difícil.

Estou a amar esta sexta-feira. E ainda são só 10h30!

27 Jan

O dia ainda agora começou e já estou farto de curtir! Nem sei do que estou a gostar mais até agora… 

Se foi de correr para o carro com um puto ao colo e descobrir que o carro tinha sido rebocado (porque ontem, debaixo de gigantesco dilúvio, estacionei um lugar ao lado de onde era suposto). Se foi da corrida que tive que dar com o puto, a pé, para que não chegasse atrasado. Se foi de me lembrar, já a meio caminho, que ia precisar dos documentos do carro para o levantar e ter que voltar para casa para os ir buscar. Se foi chegar a casa e – surpresa! – os documentos estão com a minha mulher e afinal tenho que ir buscá-los a outro sítio. Se foi perceber que ontem, nas compras que andei a fazer e que me fizeram estacionar naquele  sítio para descarregar, andei à procura das maiores pechinchas porque a vida não anda fácil e agora, por causa de uma estupidez, vou ali levar cento e tal euros a uns senhores… só para me darem o MEU carro!

Enfim… está a ser espectacular! Só espero não chegar lá e começar a chorar de alegria. Ou a mandá-los todos pro crlh de alegria. Ou outra alegria qualquer que ainda me valha mais uma multa ou um banano nos cornos, aviado por um matulão da emel como pouca paciência pra merdas…

Como não amar sextas-feiras!?

%d bloggers like this: