Poderei finar-me aqui.

25 Dez

Preciso de ginásio, já.

Mas já, não é assim que possível. Não é quando arrancar o ano. Não é nesta semana entre o Natal e o Ano Novo. É já. Agora. Preciso de ir para uma passadeira agora e caminhar até 18 de Fevereiro. Depois, eventualmente, estarei em condições de fazer qualquer coisa além de caminhar.

E tudo isto com uma equipa do INEM sempre ao meu lado, para evitar que morra ou que o meu corpo expluda caso inspire demasiado ar. É no ponto em que estou, nem ar posso ingerir.

A minha pele esticou o máximo que pode, a minha barriga inchou tanto que se tento levantar um braço, rasgo o tronco e desabarão doces e bacalhau suficientes para alimentar quinze crianças subnutridas até perfazerem trinta anos.

É assim que estou. Parece exagero? Mas não é.

Tirando isso, estou a adorar o Natal.

PS: Se devia ter vergonha de expor estes problemas “primeiro mundanos” assim, quando há gente por esse mundo fora (e até ao virar da esquina) a passar dificuldades!? Se calhar devia… mas entretanto já comi um exagero e nenhuma dessas pessoas foi capaz de aparecer quando era preciso que eu cometesse tamanha estupidez. E se estão assim tão preocupados, não lhes mostrem este texto. E se forem os próprios a ler isto, bom… então nesse caso… PAREM DE GASTAR DINHEIRO NA INTERNET E VÃO MAS É VER SE COMEM QUALQUER COISA! Irresponsáveis.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: