Conversa de circunstância…

3 Jul

Então, tudo bem por aqui? Tá tudo a apanhar bubadeiras de vitamina D ou lá como se chama a vitamina do sol…!? Dominguinho daqueles como manda a lei, não é? Pois… e para compor o ramalhete, logo há bola. Tudo a torcer para que os irritantes dos franceses vão de vela para a terrinha deles, certo? Quer dizer… aqui devia ser ao contrário. Os franceses deviam ir corridos à paulada, humilhado e enxovalhados, mas para a terra dos outros. O que neste caso era ainda melhor. Humilhação mais um verão de castigo na Islândia que, por mais bonita que seja, não há-de ser o que aquele malta idealizou para as suas tórridas férias de verão. E se houver franceses com o sonho de ir à Islândia passar um Verão mais fresco, esses, iriam para a Nigéria.

Nota-se muito que não tenho nada para dizer!? Ok. Não tenho.

Eu bem sei que este pardieiro já viveu tempos mais áureos mas caraças… São duas crianças a massacrar, uma mulher a dizer que eu tenho que ajudar mais e um puto “no forno”, quase quase a sair. Quero ver quando for com vocês.

Entretanto apareceu muita malta nova que vocês podem ler. Gente divertida que também eu leio. Sim, a preguiça convida mais à leitura do que à escrita, por isso vou lendo os outros e deixando esta barraca ao abandono. Mas pensemos assim, quando essa miudagem se meter a casar e a ter filhos, eventualmente até a arranjar um emprego daqueles que obrigam mesmo a fazer merdas quando o que nos apetecia era escrever… aí, quando isso acontecer… eu já estarei meio despachado desta criançada toda. Claro que terei adolescentes em casa e não sei se isso não será pior mas vamos torcer pelo melhor.

Pois é… e com isto tudo, estou aqui na sombra de um alpendre, a escrever muito e a não dizer nada. O verdadeiro enchimento de chouriços de alguém que aguarda apenas que o mainovo acorde da sesta, para poder ir pra piscina. Conversa de merda, sem sentido nem objectivo. Mas quantos de vocês não estarão a ler isto na praia, já sem nada para dizer ao amigo do lado ou sem a menor paciência para continuar a discutir com a familia. Ou até a preferir fingir que não está a reparar que o marido é um porco que se está a babar para o rabo dessas pitas tesudíssimas que não podiam ter escolhido outro lugar que não fosse à vossa frente. Ou então, doidos para se abstraírem da quantidade de merdas que a vossa mulher arranjou para implicar hoje. Quantos não estarão simplesmente a ler isto e a pensar que há mais de 5min que já repararam que esta merda não vai a lado nenhum mas, mesmo assim, deixaram-se levar e não pararam de ler porque… sei lá… por rigorosamente motivo nenhum.

É domingo. Silly-season à porta. Poucas alturas seriam melhores para voltar a escrever. Tenho sido acusado de ter abandonado isto e só aparecer no faceburka para mandar as bojardas do costume. O que é verdade. Mas devia voltar… tenho saudades disto. Alimento-me da estupidez que escrevo. O que não é mau… fome não passo.

Se calhar devia era fazer um baby-blog. Três filhos já metem respeito e até me dava jeito receber uns presentes pros miúdos e poupar algum. Foda-se que com alguns 4 ou 5 anos de blogue, ainda não arranjei maneira de viver desta merda. Que falhado.

POOOOORRA!!!! Lembrei-me agora que há um ano me ofereceram umas cenas espectaculares de boas e não me pediram nada em troca. Nada!!! Nem um texto, nem um post no facebook, nada!!! Fiquei tão admirado que decidi que se as coisas fossem mesmo boas, escreveria a melhor publicidade que pudesse. E AS COISAS ERAM BOAS DEMAIS!!! DAQUELAS QUE NEM SONHAVA QUE EXISTIAM E QUE AFINAL ESTAVAM MESMO ALI!! NÃO DEVEM SER BARATAS MAS ERAM BOAS PARA CARAÇAS! E o que fiz?? Nada. Só agora me lembrei disto. Foda-se. Nem para mim sou bom.

Vou escrever um dia destes.

Parece-me que estou a ouvir um barulho lá dentro. O puto deve estar a acordar. Chega de encher chouriços e falar de nada e sem saber exactamente porquê. Deu para fazer tempo mas ficamos por aqui.

Vão lá ao instagram, facebook e twitter. Vou passando por lá mais vezes.

Quanto ao tempo que perderam a ler este nada… azar. Ninguém vos mandou e não tenho culpa que não tenham mais nada de jeito para fazer. Afinal de contas, não era só eu que não estava a precisar de encher algum tempo com conversa de elevador.

E olhando para o que já escrevi sem pensar, já devemos ir para aí no 386andar. Saio aqui. Bom domingo.

(Cabrão do puto já está a chamar! Fui…)

Anúncios

6 Respostas to “Conversa de circunstância…”

  1. s 04/07/2016 às 09:52 #

    ahah

  2. Sandra Marques de Paiva 04/07/2016 às 10:09 #

    Boa 😉

  3. Alex 13/07/2016 às 10:59 #

    com coisas para dizer ou não… tens sempre piada!

    • Factos de Treino 13/07/2016 às 22:09 #

      Isso.. Alimenta o meu ego doente.

      • Alex 14/07/2016 às 14:28 #

        é verdade!
        só ontem “aderi” ao teu FB (shame on me) e fartei-me de rir, mesmo! ao fim do dia estava a falar sobre os teus comentários do dia 10 e continuava a rir como uma “perdida”.
        muito bom mesmo!
        parabéns

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: