Cerimónias factOficiais

25 Abr

Depois de ter homenageado os capitães de Abril com um pequeno-almoço de novela brasileira, vou agora participar activamente nas cerimónias de digestão de tudo o que comi em exagero, através de um hastear de bandeira simbólico (que consiste no meu corpo de jibóia, sentado numa destas cadeiras, a abanar ao sabor do vento).

Depois, quando acordar e constatar que estou vermelho como um cravo, vou enfiar-me na piscina para recriar o banho de multidão que acompanhou as forças armadas pelas ruas de Lisboa.

Voltarei então para a minha espreguiçadeira reclinável que pretende homenagear a cadeira que limpou o sarampo ao ditador e ficarei a atirar caroços de cereja à oliveira que está aqui ao lado (uma representação metafórica do povo que se insurgiu contra Oliveira Salazar).

Enquanto isso, ouvirei Paulo de Carvalho nos meus fones para me relembrar da sua importância nesta data, do respeito que nos merece e do motivo pelo qual continuamos a aturar o Agir.

Para terminar e para que ninguém se esqueça da importância da liberdade de expressão conquistada em Abril, passarei o dia todo a esfregar estupidez como esta na vossa cara. Ou no vosso telemóvel. Ou seja onde for que tiveram o azar de levar com isto.

Ninguém me pode impedir. Tenho boca para falar e digo o que eu quiser. Vocês não mandam em mim. O ar é de todos. E as redes sociais também.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: