Post com atraso.

14 Mar

Atraso. Aquela palavra que todo o homem teme. Principalmente se proferida pela senhora com quem dormiram há uns tempos atrás. Pior ainda se não se lembrarem bem do nome dessa senhora. Mais baixo ainda na “escala de horror” se for uma senhora com quem sabem que dormiram porque os amigos vos disseram.

E mostraram uns vídeos a comprovar.

Depois de jurarem pela família toda – “morra eu aqui se estou a mentir” – que tal não tinha acontecido.

Daqui para a frente, toda e qualquer descrição da senhora e do seu atraso, poderá apenas piorar a angústia masculina perante o “atraso”. Nunca – MAS NUNCA –  uma mulher com quem não nos lembramos de ter chegado a uma situação de “sexy time badalhoco”, se veio a revelar uma mega brasa, gira de morrer, filha de um banqueiro, solteira e louca por terminar os seus dias a satisfazer-nos em todos os campos da vida. Não… essas, curisosamente, não há bebedeira que as apague da nossas cabecinhas ressacadas.

Se não se lembram dessa “fofinha” com quem arrasaram a pista do Lux às seis da matina, é porque era apenas uma desesperada que – tal como vocês – já estava por tudo àquela hora; não será lembrada por ser linda de morrer; é filha de um mecânico falido da Arrentela a quem ainda terão que emprestar algum; saiu há pouco tempo de uma relação mas apenas porque o “ex” foi dentro por assalto à mão armada; e claro que, até ao final dos vossos dias, será uma cruz que terão que carregar com o mínimo de dignidade possível, por causa dessa criança que trouxeram ao mundo e a quem ela decidiu chamar de “Jamal”.

Este é um dos “atrasos” que mais tememos. Mas há outros.

Este post, por exemplo, não é mais do que um lembrete atrasado para o programa “O Ar é de Todos” que vocês nunca ouvem em directo e me esqueci completamente de relembrar que o podem fazer no podcast, numa esperança ridícula que o ouçam depois. Gentalha mal-agradecida que se está marimbando para os sentimentos dos outros (xiii… há quanto tempo não ouviu o verbo “marimbar”).

Foi com o Paulo Almeida. Um gajo que, ao contrário do que possam pensar, já cá anda há muito tempo e a fazer coisas que nem sonham que é ele que faz. Além de que neste tempo todo, aparentemente, nunca teve que mandar dar uma tareia numa dessas “amigas” que resolvem aparecer lá em casa no mesmo estado em que este post apareceu aqui. “Com atraso”.

Clicai e escutai. A minha voz no meio de vós.
Palavra do Senhor. Factos.

PROGRAMA 18

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: