#VacaCapaz

13 Mar

Dirijo-me para a porta de saída do sítio onde estava. Uma daquelas portas de vidro que permitia que visse, do outro lado, uma senhora muito bem arranjada e de ar decidido. Ela, que já estava junto à porta, ficou parada. À espera.

Acelerei o passo para não perder a oportunidade de ser cavalheiro. Abri e segurei a porta para que passasse. Entrou e seguiu sem demoras, como se eu não tivesse feito mais do que a minha obrigação.

Baixinho para que só ela ouvisse, limitei-me a dizer: “De nada.
Ainda me olhou de lado, com aquele ar de: “Deves querer conversa“.

Sou cavalheiro. Mas não sou obrigado. Vaca.

Advertisements

16 Respostas to “#VacaCapaz”

  1. qui scribit 13/03/2015 às 11:35 #

    Moedas de 1€ por cada vez que me aconteceu isso e tinha um belo complemento no ordenado por mês! Até no elevador cedo sempre a passagem, para entrar e sair, raramente esboçam sequer um sorriso.

    Querem igualdade de direitos e cavalheiros aos mesmo tempo, depois, quando um homem é cavalheiro sentem-se inferiorizadas, se não somos cavalheiros somos homens das cavernas!

    Afinal, são apenas mulheres, e nos, não vivemos sem elas.

    • eugenia 17/03/2015 às 10:46 #

      Em nome das mulheres que têm essa atitude inqualificável, peço desculpa e agradeço a gentileza.

      Acrescentar apenas que um homem já me fez o mesmo: abri-lhe a porta, passou e… nada. Eu, como FT, indignada, disse: “Não tem nada que agradecer.” Nem olhou. Deve ter pensado que eu queria conversa, portanto.

      • qui scribit 17/03/2015 às 11:18 #

        E com a gentileza podem sempre continuar a contar! 🙂

        Faltas de educação não tem género, nem idade e muito menos estrato social.

  2. Arromba 13/03/2015 às 11:55 #

    chapada na peidocha logo..

  3. Limonada 13/03/2015 às 12:03 #

    Um par de estalos! Mas porquê o “capaz” à frente da vaca?

    • Anónimo 13/03/2015 às 12:14 #

      Suponho que a dondoca seja uma daquelas que escrevem e/ou dão a cara pelo projecto #MariaCapaz. O que lhe sobra em feminismo, falta-lhes em educação

    • Factos de Treino 13/03/2015 às 12:35 #

      Não conheces o “movimento” #mariacapaz ?

  4. Be 13/03/2015 às 12:34 #

    Se precisar empresto-lhe o meu filho, quando as pessoas não lhe dizem bom dia, boa tarde ou obrigado ele repete-o na cara das pessoas até à exaustão!!

  5. Sandra 13/03/2015 às 13:01 #

    Não sei porque está chateado?!
    Essa sra. só lhe deu a oportunidade de ser educado e cavalheiro. Devia era ter agradecido.
    Quando deixo alguém passar no transito, ou seja lá onde for, e não me agradecem eu agradeço o fato de me deixarem ser educada, senão pense lá, como teria oportunidade de o demonstrar?

  6. Rusty Ryan 13/03/2015 às 14:15 #

    Estou contigo Factos. Umas Bitches, é o que são!
    Por norma, dou sempre a passagem às senhoras para entrar no elevador e faço o mesmo que tu, neste caso, segurar a porta para passarem.
    Se nada dizem (um simples obrigado, será que custa), sai logo um “mal-educada”. Ou então, se ainda tiverem a ousadia de querer responder-me, sai um “mal-fodida”.
    E pronto, sigo caminho.

  7. Anovska 13/03/2015 às 18:32 #

    Só por aquele comentário “chapada na peidocha logo” a resposta, já valeu a pena que ela tivesse sido uma cabra (até acho mal estarmos aqui a insultar os animais, quer dizer…)
    Mas na generalidade anda mais de meio mundo a achar que os demais são seus subsditos. Vais-me dizer que ainda não tinhas percebido!?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: