“Olha aqui tão cool e despretensioso que é, comer conservas em pratos da feira-da-ladra”

4 Mar

Sei de todos os restaurantes e mais alguns. Quando abre um novo, lembro-me logo que será uma boa possibilidade para se ir na ocasião xpto. Então se for bom para grupos, ui… penso logo que jamais me esquecerei e que será mesmo ali que se fará o próximo aniversário, jantar de amigos, reunião de ex-colegas, etc…

Chega o dia em que preciso de marcar um restaurante e transformo-me automaticamente num aldeão acabado de desembarcar na cidade grande.

Não posso ser o único a padecer deste mal, certo!?

Não faço ideia de onde ir, tudo me parece caro, armado ao pingarelho, pretensioso, longe da zona de curtição, com comidas que não me apetece comer, sem aceitar marcação, completamente esgotado até 2019 e por aí fora.

Irrita-me nunca encontrar um restaurante bom, onde se coma comida portuguesa da boa, feita por cozinheiros que sabem fazer coisas boas, em travessas bem servidas, com vinho da casa aceitável e onde não haja grande margem para erros. Estou farto de chef’s. Estou farto de restaurantes trendy, cheios de conceitos urbano-estilosos, étnicos, de fusão ou que sirvam petiscos banais como se tivessem descoberto o santo graal.

Podem ter uma cadeira de cada nação, cães de loiça, quadros do menino a chorar, toalhas de crochet e os mesmos pratos lascados que havia na casa da minha avó. Podem servir latas de sardinha bonitas, pôr ervas em cima de vulgares patés de atum e chamar tibornas a bocados de pão com farinheira. Podem fazer isso tudo.

Mas quando dividirmos a conta por quinze, seria óptimo que o conceito “olha-aqui-tão-cool-e-despretensioso-que-é-comer-conservas-em-pratos-da-feira-da-ladra“, também se aplicasse ao preço. Ok!? Na hora de pagar, adoraria pagar um preço de feira da ladra.

Ok… pode ser um bocadinho mais. Mas só um bocadinho.

25 Respostas to ““Olha aqui tão cool e despretensioso que é, comer conservas em pratos da feira-da-ladra””

  1. Boneca 04/03/2015 às 16:58 #

    Lembrei-me de outro: O Solar do Kadete (Cadete?) no Cais do Sodré. Alarva-se boa comida portuguesa e não é nada caro.

  2. qui scribit 04/03/2015 às 17:10 #

    Eu pro acaso podia ajudar, mas algo me diz, até pela raiz do problema, que não vive em Braga, cá não temos desses problemas!

  3. Rita 04/03/2015 às 17:24 #

    Carnide é um cluster de restaurantes típicos portugueses onde se come BBB – Bom, Bué e Barato, sendo a Adega das Gravatas o expoente máximo.
    Sempre que regresso a Portugal faço, pelo menos, uma visita para comer “à bruta” 🙂

    • Factos de Treino 04/03/2015 às 17:26 #

      Bem sei! Esse cluster é real mas tão fora de mão para o resto da noite… desta vez, terá que ser ali mais perto do resto do álcool…

  4. Mirone 04/03/2015 às 17:37 #

    “Estou farto de restaurantes trendy, cheios de conceitos urbano-estilosos, étnicos, de fusão ou que sirvam petiscos banais como se tivessem descoberto o santo graal.”

    Às vezes, quando ouço algumas pessoas a falar dos restaurantes que “descobriram”, exactamente como esses que descreves, só penso “mas que porcaria andará esta gente a comer para achar aquilo a quintessência da gastronomia?”.

  5. A Loira 04/03/2015 às 17:55 #

    Anda jantar ao Norte

  6. Uva Passa 04/03/2015 às 18:15 #

    Não sei se (ainda) curtes o Bairro, mas para mim, no Bairro (zona de curtição) há um restaurante chamado ‘O Minhoto’ – http://www.ominhoto.com – que serve bom e barato e é super fixe porque não é grande e dá para grupos, e tens na Rua da Rosa o ‘Rosa da Rua’ que parecendo que não fica mesmo ali ao lado do Bar do Marinho e enfim… come-se bem por 10,00 €. Neste último se quiseres comprar a mobilia depois de jantar também podes que eles vendem tudo.

  7. Rusty Ryan 04/03/2015 às 18:16 #

    Tasquinha do Lagarto!

  8. Maria antonia 04/03/2015 às 19:31 #

    Restaurante Mto bom, com belíssima comida portuguesa, sem pretensões e com um preço mto razoável : A Valenciana em Campolide

  9. Anónimo 05/03/2015 às 01:05 #

    Tasca à Quinta, Com direito a menino da lágrima e tudo!

  10. Jucas 05/03/2015 às 10:04 #

    Se vier ao Porto, dou uma ajuda! Também os há cá, desses do “pingarelho” que fazem desenhos bonitos no prato com uns riscos e umas ervas…mas esses são literalmente ou para “inglês ver” ou para “portuenses convertidos” (aka “os que vieram cá ver a bola e acabaram por ficar”).

    • Factos de Treino 05/03/2015 às 10:11 #

      Depois de casar com uma portuense, também já sou um desses convertidos… e vou conhecendo qualquer coisa. Mas quando assim for, eu apito!

  11. Daniel 13/05/2015 às 16:49 #

    Em Lx, já te mencionaram o melhor que há em preço/qualidade. A Tasquinha do Lagarto. O único senão que tem é mesmo ser um antro de lagartice, mas quando vem a papinha tudo se perdoa. O serviço é do melhor e até dá para levar para casa se chegares atrasado e não houver mesa, o que acontece frequentemente. E as sobremesas, atão? Ui…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: