Aaah… a magia de voltar a casa…

29 Dez

Há quem regresse à sua aldeia e se sinta em casa mal o cheiro a terra molhada invade o carro onde se segue. Há quem goste de abrir as janelas para sentir o vento frio que desce a serra. Há quem sinta mil memórias a percorrer os sentidos mal toque no tronco dos pinheiros que ainda estão onde sempre estiveram.

Esta noite, vim jantar aos meus pais e enquanto espero pelo repasto, ouvi tiros ao longe. Os gritos que se seguiram, foram completamente imperceptíveis. Os tempos mudaram e já nenhum dos meus amigos tocou à campainha, em êxtase, enquanto gritava: “Há porrada lá em baixo!!! Bora ver!!!“.

Ainda assim, senti-me em casa.
O Miratejo nunca desilude.

/home/wpcom/public_html/wp-content/blogs.dir/981/23322741/files/2014/12/img_1543.jpg

Advertisements

10 Respostas to “Aaah… a magia de voltar a casa…”

  1. Anónimo 30/12/2014 às 00:02 #

    Eu acho que conheço essa rua…

  2. Monica 30/12/2014 às 00:56 #

    Uma pessoa vem aqui diariamente, claramente todos temos as nossas fragilidades, acha um piadão ao que aqui é escrito. Não entende o porquê, mas é mais forte do que seria de supor, até ver este post. Havia qualquer coisa aqui que unia e é esse lugar de culto, acredito, chamado Miratejo. Quem lá cresceu entende e vê essa rua (embora eu tenha vivido ao pé do campo da bola, um classico) e só pode sentir-se em casa. Não desilude não senhor.

    Nessa rua encontrei uma vez dinheiro, bem jeitoso para a idade que eu tinha. Outra vez, um gajo decidiu dar um tiro em algo ou alguém, e fugir para dentro do meu prédio, sendo que eu estava no café com os meus pais e,portanto, voltar à minha casa foi um momento de filme de terror. Só na minha cabeça, como é óbvio. Momentos que nos preparam para a vida, não tenhamos duvidas.

  3. Marcelo Anjos 30/12/2014 às 10:19 #

    Miratexas!

  4. Paulo Issá 30/12/2014 às 12:51 #

    Agora passei me… meu prédio era bem em frente dessa esplanada, prédio do café Bambú… morando eu no R/C, sentia diariamente o cheirinho a bolo às 04h30, sem falar da incomparavel infancia ai vivida… Meu Mira, Meu Bairro, Meu Povo… SAUDADES

  5. marta 31/12/2014 às 14:59 #

    Só podias ser do Miratexas… 🙂
    Para quem não conhece: não, não é preciso vir armado ou de armadura. Merda acontece em todo o lado (Laranjeiro, por exemplo) 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: