Os tomates da primeira vez.

2 Dez

Normalmente, na primeira vez da grande maioria de nós, há tomates na equação. Digo “grande maioria” porque quero guardar espaço para as primeiras vezes lésbicas, situação que pressupõe a ausência de tomatada. Claro que se fizermos uma média, continuo a acreditar que o resultado andará sempre pelos dois tomates por primeira vez… pois não nos podemos esquecer dos eventos que envolvem dois pares de uma assentada. Imagino… deve parecer uma cerejeira ao vento.

Mas porque raio é que estou a falar disto!? A pressa de aproveitar uns minutos para escrever é tanta que me esqueci o que raio em trouxe aqui…

(…)

(…)

AH, AAAH!!!! Estava quase a desistir mas abri o youtube e lembrei-me do que vos queria dizer!

Estive a ver um daqueles vídeos com malta a fazer coisas impressionantes e, invariavelmente, sempre que me aparecem aquelas imagens de malta a voar com “wingsuits”, o meu pensamento é o mesmo. “Como terá sido a primeira vez que alguém se lembrou de fazer aquela merda!?? Qual o diâmetro da tomatada do jovem que achou que aquilo podia ser uma boa ideia!??? Como terá sido a reacção de quem o ouviu pela primeira vez!?“.

Para quem não sabe do que estou a falar, o vídeo aqui em baixo explica.

Agora imaginem que estão sentados na berma de um precipício e ouvem um “Frlhuf, frlhuf, frlhuf, frlhuf…” a aproximar-se. Olham para trás, e vêm um amigo vestido com uma fatiota plástica, cheia de remendos coloridos entre as pernas e por baixo dos braços. Antes que tenham tempo de perguntar se está mascarado de saco-cama, ele atira: “Olha lá esta ideia!!! Cozi uns sacos do lixo a esta roupa, para oferecer resistência ao vento e – ouve bem – acho que se me atirar daqui, consigo ir a planar até lá baixo. É ou não é uma ideia do cara£#0!??“.

Imaginem a vossa reacção. Atrevo-me a dizer que não seria um motivador:
Booooa miúdo!!! Como é que nunca me lembrei disso!?? Isso tem tudo para correr bem!!! Queres que filme?“.

Mas é que mesmo assim, mesmo depois de lhe dizerem que aquilo era só muito, muito, muuuuuuito estúpido… houve um gajo qualquer que pensou que, ainda assim, valia a pena tentar.

E para isso meus senhores, para chegar à beirinha daquele penhasco e, mascarado de saco-cama, saltar… foram precisos uns tomates épicos.

O que é que isto adicionou às vossas vidas? NADA!
Qual o interesse de ter lido este meu desabafo!? NENHUM!
Se podem recuperar o tempo que perderam com esta merda!? NÃO!
Mas isso é o que sempre aconteceu com tudo o que leram aqui e, ainda assim, têm tomates para me mandar mails a dizer que ando a escrever pouco.

Tive 10min e escrevi isto. Aguentem-se.

10 Respostas to “Os tomates da primeira vez.”

  1. Margas 02/12/2014 às 15:56 #

    Parece haver ali uma mulher e agora a questão é: De que tamanho serão os tomates dela? Ah pois é!

  2. Panda 02/12/2014 às 20:04 #

    Opá, essa da “cerejeira ao vento” foi soberba. Engasguei-me toda porque estou a comer e decidi ler isto. Ai mãaae, que lindo ahahahahah

  3. caco 02/12/2014 às 22:56 #

    Meu Deus. Tão bom.

  4. paulocapelo 03/12/2014 às 10:21 #

    Começou bem a manhã, já me ri 😉

    O tamanho dos tomates tem mais a ver com a proximidade do que da altura. Neste caso quanto mais alto, melhor (ou menos tomates são precisos, se preferires assim ).

  5. Pés no Sofá 03/12/2014 às 11:09 #

    vejo entusiasmo neste teu post. agora põe-te à procura de wingsuits nas lojas. não te chega o skate?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: