O drama da interrupção (in)voluntária de férias

11 Ago

Devia existir um “Movimento Pro Vida” ou “Pro Férias” ou o que raio bem entendessem, desde que garantisse que nada interromperia as férias de uma pessoa.

Se assim fosse, hoje não teria passado a tarde em Lisboa a fazer algo que não deveria e que não me apetecia estar a fazer por estes dias. Enfim… amanhã continua o que nunca deveria ser interrompido.

IMG_0051.JPG

Advertisements

Uma resposta to “O drama da interrupção (in)voluntária de férias”

  1. Miss Lu 12/08/2014 às 00:08 #

    Eu diria mais – devia ser proibido obrigarem as pessoas a regressar ao trabalho, quando as férias estão a saber tão bem… 😛

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: