URBAN son of a BITCH

29 Abr

Rafeirada com fartura… tudo bem. Parolos e bimbas numa competição desenfreada para ver quem consegue contrair mais DST’s por minuto… façam favor de entrar. Putos que desaparecem à porta, para nunca mais serem vistos… faz parte, acontece.

Agora… pretos é que não porque essa malta dá mau nome à casa!!!

E se forem atletas olímpicos, daqueles que até ganham medalhas pelo nosso país, pior um pouco. Correm muito os cabrões e depois vemo-nos à rasca para os apanhar.

É mais ou menos assim que pensam os atrasados mentais dos responsáveis daquele antro chamado Urban Beach. Se faltavam motivos para mandar fechar aquilo, parece-me que se resolveu essa questão. Palhaços de merda.

 

PS: Nelson, já averiguaste quem foi o amigo que se lembrou de marcar mesa no Urban Beach!? Agora que as coisas estão mais calmas, não achas que o grupo se devia reunir e tentar perceber porque raio é que ninguém se opôs a ideia mais parva!? No Urban Beach!?? Mas quem é que no seu perfeito juízo (e sem aquela rebarba de bêbedo às 04h00), vai fazer seja o que for nesse sítio!?? Acho que alguém no teu grupo de amigos precisa de levar uns tabefes!

nelson evora

Advertisements

8 Respostas to “URBAN son of a BITCH”

  1. Mirone 29/04/2014 às 10:58 #

    pois deixa que te diga, se os meus amigos me organizassem uma surpresa e reservassem mesa no Urban era bem capaz de rever as minhas amizades. Com amigos destes…

  2. David Cabanas 29/04/2014 às 11:44 #

    a propósito da banana dá uma olhadela neste vídeo https://www.youtube.com/watch?v=tzSeqfpCCu4

    • Andreia Rodrigues 29/04/2014 às 20:15 #

      Poder de encaixe (sem chalaça) e muito fair play pela parte dos jogadores, nomeadamente do Daniel Alves. O atrasado mental do adepto foi banido do estádio, forever. Haviam de fechar esse espaço noturno já hoje.

  3. Paulo Capelo 29/04/2014 às 20:41 #

    Espero que tenha impacto, mas com a dimensão que o grupo K tem, infelizmente parece-me que são mais apologistas de “não interesa se falam bem ou mal, desde que falem”.
    Já trabalhei na noite de Lisboa uns 6 anos, mas estou afastado há muito. Nem conhecia isto…Acho bem que este episódio e outros sejam divulgados, mas não duvidem de uma coisa, o racismo existe em todas as cores.

  4. Andreia Agostinho 30/04/2014 às 10:58 #

    Eu ainda percebia se fosse um gajo a ir lá falar-lhes, quer dizer, tanto material substancial ali a passar em frente aos olhos de moças pacatas, aniquilava qualquer hipótese do Zé Maria saltar em cima da Isaura Ferreira de Jesus.
    Banana da Madeira ninguém quer.

    Cambada de invejosos.

    #hatersgonnahate #nãomaispilaspequenas #vainélso #urbanbiotch

    • Factos de Treino 30/04/2014 às 11:36 #

      Pois… claro. O Zé Maria também não se vai enfiar em discotecas olímpicas para malta de grandes caparros! Haja justiça!

  5. patricia 02/05/2014 às 15:46 #

    Parece-me que é assim nessa trampa de discoteca.. Já fui barrada também porque num grupo de 5 uma rapariga era preta.. são racista sim!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: