Cá fora, são todos iguais…

18 Nov

Continuam a monte os três homens que fugiram da cadeia de Castelo Branco.
Várias forças policiais movem todos os esforços para capturá-los.

Se fosse eu a mandar, fazia já um cerco à Assembleia da República.
É que se conseguem lá entrar, nunca mais os distinguem no meio dos outros.

2 Respostas to “Cá fora, são todos iguais…”

  1. Mirone 18/11/2013 às 15:22 #

    Ao ler o título do post pensei que fosses falar de poesia de wc, do género “Lá fora és o maior, aqui borras-te todo”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: