Se forem pais dele, estão avisados.

19 Set

Sabes pai, entrou um menino novo para a minha sala.
Chama-se Henrique.

(inspira)

É giro.

Se forem pais de um Henrique ou se conhecerem os pais de um, já sabem. É dizer ao menino para guardar as mãozinhas nos bolsos e para não se armar em engraçadinho. Para piadinhas de merda e fazer rir as meninas, estou cá eu. Ok!?

Olha Verão…

19 Set

Agora que estás de saída, fiz questão de passar aqui apenas para me despedir e dizer-te pessoalmente:

Foste uma boa merda! É bom que para o ano venhas com mais vontade de trabalhar, porque isto assim não é nada. Livra-te de voltar cheio de merdinhas de águas frias, vento e sem um bafo daqueles à antiga. As pessoas não andam a bulir um ano inteiro para depois levarem com as tuas crises existenciais e síndromes pré-menstruais.

Pronto. Estamos falados.
Vai lá à tua vida.

IMG_0529.JPG

As mulheres podem ser muito especiais de corrida, fazer muitas coisas ao mesmo tempo e blablabla… mas coerência é connosco.

19 Set

Conhecem mulheres que combinem ir brincar com bonecas para a casa das amigas do trabalho!? Ou que se organizem para uns fins de tarde a fazer coreografias da Violetta, etc.!? Pois.

Já os homens, começam na pré-primária e nunca mais param. Um gajo chega a um trabalho novo e passado dez minutos, há logo algum que diz: “Jogas à bola!? Quinta-feira jogamos“.

No fundo, é o “queres brincar comigo?” da idade adulta.

E ainda dizem que haveria menos guerras se as mulheres mandassem nisto tudo…

Aaaaaahh… agora o gordinho já serve para alguma coisa, não é!???

18 Set

O senhor do cacilheiro está a olhar para mim com ar de quem pensa: “Huumm… com este temporal, se calhar era prudente amarrar o barco àquele jovem“.

Pois é amigo, eu não sou um objecto que está aqui para usares quando te apetece. Também tenho sentimentos, sabes!?? Onde estiveste o Verão inteiro quando não havia vento e eu precisava de alguém com quem conversar!?? Aaaah… agora vai amarrar o barco a esses gajos que correm e comem saladas! Esquece-me!

Havia de ir a nadar, queres ver…

18 Set

Acabei de passar na ponte (25 de Abril) há coisa de dez minutos e qual não é o meu espanto quando vejo um rapaz, nas calmas, a atravessar a ponte a pé. Mãos nos bolsos, ténis e um casaquinho porque ali costuma estar ventoso, lá ia ele.

Os condutores olhavam com estranheza mas ele seguia na sua vida, com ar de quem precisava de ir à margem-sul e é óbvio que não se ia enfiar no rio com os ténis novos, até porque a água está suja e nunca se sabe quem é que podemos encontrar. Além disso, tinha ar de quem estava fartinho da chulice dos transportes públicos…

Algo na descontração dele me fez acreditar que era mesmo só isso.
Esperemos que sim. Que seja mesmo só isso.

A violência não é solução para nada.

18 Set

Mas depois há pessoas que dizem “Nanar” e “Mimir”…

Porque há uma primeira vez para tudo…

17 Set

Estou numa oficina à espera do meu carro mas como estava a desesperar para ouvir o relato do FCP, pedi para ficar dentro do carro enquanto o mecânico termina o que está a fazer.

Imagino que muitas de vocês não possam dizer o mesmo mas… para mim, é a primeira vez que ouço um relato com um homem por baixo.

E está a correr tão bem.

IMG_0517.JPG

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 5.120 outros seguidores

%d bloggers like this: