Os homens são básicos porque…

23 Jul

Ontem, num restaurante, o empregado de mesa ao levantar a travessa da salada, derruba-me meio litro de molhanga pelas pernas abaixo.

Pedidos de desculpas para um lado, panos com água quente para outro… e lá fiquei a esfregar nódoas na roupa toda. Subitamente, o empregado passa por mim e sussurra: “Espere aí que já lhe explico o que aconteceu“.

Mistério. Que raio poderia ele dizer-me que desculpasse o sucedido!? Estaria a ser abusado pela máfia russa e tremia de medo? Teria uma doença que o patrão ignorava, obrigando-o a trabalhar dias a fio sem descanso!? O que raio teria ele para me dizer??

Minutos de depois, passa novamente e diz-me:
Desculpe lá. A sério. Mas é que quando estava a levantar a sua mesa, passou ali ao fundo uma gaja tãããão boa que eu fiquei fixado nela e nem dei conta do que estava a fazer“.

Eu, em vez de me passar com esta justificação, meio incrédulo, digo:
Aaaah… ok. Se foi por um bom motivo tudo bem. Sem stress!

E pronto. Aquilo que poderia ser o próximo conflito “israelo-árabe”, resolveu-se por via diplomática e com uma simplicidade que só dois básicos poderia ter. Que sirva de exemplo para o mundo.

Ícaro reinventado

22 Jul

Era uma vez uma modelo da Victoria Secret que viu o Factos do outro lado da sala e, praticamente hipnotizada, começou a caminhar na direcção dele. Quando se aproximou o suficiente para quase tocar-lhe, as asas derreteram, teve um avc e caiu morta no meio do chão. Evitando assim, que Lady Factos lhe cravasse um salto alto no meio dos olhos.

Fim.

Moral da história:
Se uma top-model vir uma brasa maior que o sol, como eu, deve agir rapidamente. Mais vale derreter com o meu calor do que ficar cega antes de se aproximar.

Moral da história 2:
Se és top-model, não te mates por minha causa. E não andes com asas. Dá mega bandeira e dificulta imenso a mobilidade numa sala cheia de gente.angels victoria secret

Secas do ofício…

22 Jul

Ao meu lado, neste preciso momento, um casal de colegas de trabalho fala sobre quem papou quem lá na consultora, entre mil outras coisas.

Ela, debita conversa a uma velocidade estonteante, cansando toda a gente num raio de 1km. Em parte, justifica o quão mal compreendida foi, das cento e oitenta vezes que sacou um gajo no escritório.

Ele, acena com a cabeça, vai dizendo umas merdas sem jeito nenhum e limita-se a suportar o chorrilho de banalidades. Sabe que para ser o “cento e oitenta e um” é preciso aguentar.

São putos e só dizem merda. Os dois.
Mas enfim… sabemos que isto vai acabar bem. No Ibis.

20140722-142158-51718681.jpg

Pequeno esclarecimento, para que ninguém se sinta lesado.

21 Jul

Passei uma vista de olhos nas estatísticas do pardieiro (isto sou eu a fingir que fui ver aquilo por acaso e que não passo todo o santo dia a fazer “refresh” à página, só para ver se mais alguém visitou o nosso estabelecimento) e voltei a deparar-me com os termos de pesquisa que o google encaminhou, só na semana passada, para esta nossa página defensora da moral e dos bons costumes.

Por esse motivo e porque começamos hoje uma nova semana, quero deixar aqui o meu pedido de desculpas a todos os que vieram cá parar depois de pesquisar:

- “Gajas nuas e novas”
Eu percebo. Novinhas, ali com tudo no sítio… e todas nuas. Humm… lamento informar-vos mas não há cá disso. A minha mulher costuma andar por aqui e não ia acabar bem. Mas posso recomendar-vos algumas páginas que um amigo de um amigo meu costuma visitar.

- “Amigos coloridos”
Desculpem, também não posso ajudar. Pesquisem por Tinder que se safam melhor. Mas podem sempre mandar umas fotos de corpo inteiro, só para eu ver o que ando a perder. Se forem homens, deixem-se estar. Porcos!

- “Mulheres a darem a c#n@ na Charneca da Caparica”
Fui ao Google pesquisar e parece que se diz Charneca DE Caparica. Mas também foi esse mesmo Google que disse a alguém que o melhor era procurar isso no Factos de Treino. Já não digo nada…

- “Boa noite gay”
Obrigado. Boa noite para vocês também.

- “Sauna gay em Istambul”
Pois claro. Agora sou o “Gayly Planet”.

- “Rabo descaído”
Por acaso não. Até tenho um belo rabo. Malta que fez as duas pesquisas anteriores: não estou a falar com vocês, ok!?

- “Tatuage”
Lamento a maçade mas também não sou o vosso home.

Desculpem lá o tempo que perderam aqui mas culpem o Google. Não fui eu que vos chamei. Ainda assim… se gostaram das instalações, fiquem à vontade. Há enganos piores.

 

PS: Vieram ao engano. Ou talvez não…
PS: Vieram ao engano. Ou talvez não… #2

Caixas negras.

20 Jul

Vivo fascinado com as caixas negras dos aviões. De que raio de material aquilo é feito? De que forma garantem que fica estanque à entrada de água? E ao fogo? E ao impacto? E à pressão das profundezas do oceano?

E têm mesmo que ser negras!? Isso não alimentará o velho estigma de que se queremos garantir a segurança de um sítio, o melhor é contratar um preto grande!??

Porque não fazem de outras cores!? Se o balneário do FCP tivesse uma caixa azul, hoje saberíamos o que motivou a catástrofe da época passada.

E porque raio a minha máquina da roupa tem três anos de garantia e, ao fim de dois, parece que já tem duzentos!? As caixas negras também têm garantia!? Quando os senhores das companhias aéreas compram uma caixa negra, também lhes fazem aquela conversa: “Vai querer pagar mais 30€ e prolongar a sua garantia!? Olhe que vale a pena… de hoje para amanhã, espeta-se aí num oceano qualquer e se isto não funcionar, ninguém saberá o que raio aconteceu mas, pelo menos, trocamos-lhe a caixa por uma nova. Não se perde tudo“.

Mas a questão das questões, aquela que verdadeiramente me intriga, é: “Se a caixa negra é assim tão indestrutível, porque raio é que não fazem o avião todo desse material!??

Caísse onde caísse, era só esperar que alguém fosse abrir o “avião negro” e apanhar outro para casa.

São lontras mas não são estúpidos.

20 Jul

Agora mesmo, na Sic, num daqueles programas sobre animais, umas pessoas devolviam uma lontra ao mar. Enquanto isso, aquela voz-off típica dizia: “Os tratadores estavam apreensivos. Depois da ausência para tratamento, não sabiam se o macho aceitaria a fêmea de volta“.

Claaaaro!!! É lontra mas não é urso!

Já estou mesmo a vê-la a nadar toda lampeira, feliz e contente por estar tratada e ele: “Oi, oi, oooi… calmex!! Mas onde é que tu andaste ó galdéria? Onde!??? Acordaste um dia e estavas em casa de uns humanos que te levaram para um hospital onde te trataram super bem e quando ficaste melhor vieram trazer-te a casa!?? Óóó minha granda cabra… Mas eu sou algum palhaço ou quê!???“.

Isto seria o normal. Mas no caso da Sic, apanharam o lontra mais banana do mundo e correu tudo bem. Teve sorte, a gaja.

20140720-132122-48082488.jpg

Crise de meia idade

19 Jul

É a única explicação que encontro para depois de ter comprado umas alpercatas… hoje ter comprado umas tshirts que, já em casa e sem a pressão da música alucinante da loja, me fazem questionar se não serei um dos concorrentes da próxima Casa dos Segredos.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 5.107 outros seguidores

%d bloggers like this: